Poema Dedicado a Thaina

Thaina, um passarinho me contou
Que você se magoou porque
Eu não soube dar valor
Ao carinho e ao apoio
Que você me ofertou.

Valor, eu dei naturalmente;
Os seus comentários também
São estrelas reluzentes.
E, no céu das minhas incertezas,
Uma de suas estrelas
Brilha com mais intensidade,
Porque foi a última a nascer.

Aquele passarinho maravilhoso
Também me fez compreender
Que os seus elogios eram
Sinceros e não vazios.

Ciúme da Ketlyn,
Você não precisa ter
Porque, no meu coração,
Também há lugar para você.

Confesso que eu não imaginava
Que, no seu coraçãozinho
Tímido e reservado,
Você tivesse guardado
Um espaço para mim.

Você é uma garota meiga e generosa,
E eu senti muita alegria em saber
Que um poema dedicado a você
Era o presente que você desejava.

Foi você quem me deu um presente
Ao desejar os versos que se desprendem
Das fibras do meu coração.

A você, eu também agradeço.
E, a Deus, eu peço que ilumine
E enfeite a estrada da sua vida
Com flores perfumadas e coloridas.

Sisi
28/10/2013
(Poema dedicado a Thaina Medeiros)

Obs.: Este poema foi originalmente publicado na Categoria: Poemas Espiritualistas – nº 105.

http://felizardorealidademagica.com.br/?p=2665

Leave a Reply