Poema Dedicado a Ketlyn

Ketlyn, se o nosso blog
Fosse um bebê,
Você seria a primeira
A querer segurá-lo.

Em noites escuras,
Sem lua e sem estrelas,
Os seus comentários iluminaram
O céu das minhas incertezas.

O seu melhor comentário,
Entretanto, não foi postado:
Você não gostou do meu
Poema de uma palavra só.

Ele marca o início de uma nova fase.
Os poemas anteriores, embora
Eu ainda os ame, foram escritos
Anos antes, e eu nunca imaginei
Que, um dia, seriam publicados.

Os poemas que atualmente escrevo,
Como este que estou escrevendo agora,
Retratam este momento “pós-blog”
Que estou, deliciosamente, vivendo.

E, você, Ketlyn, faz parte
Desta minha nova realidade.
De você, eu sentirei saudade
Quando este ano terminar.

Em breve, você deixará de ser
A minha aluna favorita,
Mas jamais deixará de ser
Minha querida amiga.

Ketlyn, eu já passei daquela linha
Que marca a metade da vida.
Eu já vivi mais do que ainda
Me resta viver.

Mas você caminhou apenas
Poucos passos e, apesar disso,
Possui uma sabedoria admirável
E um coração crítico e amoroso.

Essa força que reside em seu interior
Há de lhe proporcionar inesquecíveis
Momentos de paz e felicidade.
E Deus há de coroar sua vida
Com grinaldas de bênçãos.

Amiga, as nossas conversas
São sempre intermináveis!…
Infelizmente, este poema
Também tem que se encerrar.

Por mais que eu diga,
Eu jamais conseguiria
Dizer tudo o que eu
Gostaria de lhe dizer.

Há ocasiões em que as palavras são excessivas.
Mas há momentos em que elas são insuficientes
Para expressar o mar de gratidão que invade
A nossa alma e o nosso coração: obrigada, amiga.

Sisi
19/10/2013
(Poema dedicado a Ketlyn Mayla)

 

Obs.: Este poema foi originalmente publicado na Categoria: Poemas Espiritualistas – nº 100.

http://felizardorealidademagica.com.br/?p=2507

 

 

Leave a Reply