Poema Dedicado a Solange

O meu coração está em festa!…
A amizade é algo surpreendente!…
Eu, que acreditava estar sozinha,
De repente, me vi cercada de anjos.

Quando um deles se aproximou,
Eu me surpreendi ao perceber
Que aquela não era a primeira vez
Que eu contemplava aquele sorriso.

Foi o seu sorriso, Sol, que eu vi
Estampado no rosto daquele anjo.
Foi o seu olhar, Sol, que aqueceu
O meu coração naquele momento.

Quando eu descobri que você era o anjo,
Os olhos do meu coração se abriram,
E a riqueza inestimável que havia
Em seu coração me foi revelada.

Eu sempre vi, em você, a amiga;
Mas eu desconhecia o anjo que,
Apesar da minha falta de sensibilidade,
Usava suas asas para me proteger.

Você, Sol, acolheu o meu sonho;
E, de certo modo, ele deixou
De ser somente meu.

Talvez, um dia, eu consiga
Acolher o seu sonho,
Para que ele também deixe
De ser somente seu.

Eu sou egoísta, Sol,
E, no meu coração,
Só há espaço para
O meu sonho.

Sol, você é altruísta,
E, em seu coração,
Há espaço para
A indignação.

Eu fecho os olhos para o mundo,
Porque a minha imaginação
É tudo o que eu desejo ver.

Você, minha amiga, mantém
Os olhos bem abertos porque,
Desde um animalzinho indefeso
Até uma pessoa desaparecida,
Você deseja proteger.

Apesar de você ser uma estrela;
E de eu estar com os olhos fechados,
Mergulhada nas trevas da indiferença;
Essa discrepância se dissolve no calor
Da luz que você irradia.

É por esse motivo, Sol, que eu lhe agradeço.
A sua luz sempre ignorou os meus defeitos.
Você brilha sem humilhar aqueles que
Ainda não possuem a sua elevação espiritual.

Sisi
18/10/2013
(Poema dedicado a Solange Feres)

 

Obs.: Este poema foi originalmente publicado na Categoria: Poemas Espiritualistas – nº 99.

http://felizardorealidademagica.com.br/?p=2491

Leave a Reply