A FADINHA CONTADORA DE HISTÓRIAS

A FADINHA CONTADORA DE HISTÓRIAS

Era uma vez uma fada que gostava muito dos humanos, e procurava orientá-los a seguir a estrada que não lhes traria dissabores. Contudo, a gentil fadinha não tinha permissão para interferir em suas vidas e, muito menos, revelar sua verdadeira identidade. Ela teve uma ideia: sempre que visse pessoas reunidas, ela se aproximaria para contar-lhes uma história e, no final, entregaria uma rosa a cada uma delas. E a fadinha contadora de histórias passou a ser convidada para participar de vários eventos. E, sempre, ao término de todos eles, ela distribuía uma rosa para cada espectador. Certo dia, uma garotinha, após receber sua rosa, perguntou à fada por que ela tinha esse hábito, e a fada respondeu: “As rosas, que eu ofereço em número reduzido, geralmente mudam de mãos e acabam chegando a um grande número de pessoas. Embora essa rosa seja sua, eu tenho a certeza de que você já está pensando em ofertá-la a alguém que você ama. Talvez a pessoa que a receba de suas mãos também sinta vontade de entregá-la a outro alguém. E, assim, essa rosa alegrará os olhos e o coração de muitas pessoas. O mesmo acontece com as histórias quando são recontadas. Os ouvidos que os meus lábios não conseguirem alcançar receberão os ensinamentos através de outros lábios amorosos.”

Sisi Marques

About Sisi Marques

Adoro escrever e amo este blog. As histórias só florescem quando um coração generoso se abre para recebê-las. Quando não há alguém para ouvi-las, elas não desabrocham e morrem na terra do esquecimento. A sua audiência há de transformar este blog num imenso e perfumado jardim. Obrigada.
This entry was posted in HISTÓRIAS QUE CABEM NAS PALMAS DAS MÃOS. Bookmark the permalink.

Leave a Reply