O GNOMO QUE NÃO SABIA OUVIR

O GNOMO QUE NÃO SABIA OUVIR

Certa vez, um gnomo, que falava demais,
Caminhava ao lado de outro gnomo,
Que não dizia uma palavra, porque
Estava interessado em observar a paisagem.

Cansado de tanto falar e não ser ouvido,
O gnomo falante gritou: “Você é surdo?…
Não entende o que eu digo?…”

O gnomo taciturno perguntou:
“Você quer saber o que eu penso?”
O gnomo falante respondeu:
“Não. Eu só queria ter certeza
De que você não era surdo,
Para eu continuar falando.”

O gnomo taciturno comentou:
“Eu não sou surdo, mas você é.
Quem só quer escutar a própria voz,
Não consegue ouvir ninguém.”

Sisi Marques

About Sisi Marques

Adoro escrever e amo este blog. As histórias só florescem quando um coração generoso se abre para recebê-las. Quando não há alguém para ouvi-las, elas não desabrocham e morrem na terra do esquecimento. A sua audiência há de transformar este blog num imenso e perfumado jardim. Obrigada.
This entry was posted in POEMAS QUE CONTAM HISTÓRIAS. Bookmark the permalink.

Leave a Reply