ETERNA DESVENTURA (2ª Canção de Tadeu)

Eterna Desventura
Eterna desventura
De amar sem ter amor…
Eterna desventura
De amar sem ter amor…

Fecho os olhos e imagino
Os seus lábios nos meus.
Abro os olhos e vejo
Os lábios dele nos seus.

Eterna desventura
De amar sem ter amor…
Eterna desventura
De amar sem ter amor…

Não consigo disfarçar
O amor que sinto.
Deixar de amar você
É deixar de sonhar.

Eterna desventura
De amar sem ter amor…
Eterna desventura
De amar sem ter amor…

Preciso me afastar, porque
A sua felicidade
É mais importante
Do que o meu amor por você.

Eterna desventura
De amar sem ter amor…
Eterna desventura
De amar sem ter amor…

Obs.: Se você clicar no link “Eterna Desventura”, poderá ter uma ideia do ritmo da música.

Sisi Marques
20/05/2013

Obs.: Para visualizar o “TEMA DE TADEU” (1ª Canção), visite a página TEMA DE TADEU.

http://felizardorealidademagica.com.br/?page_id=238

 

About Sisi Marques

Adoro escrever e amo este blog. As histórias só florescem quando um coração generoso se abre para recebê-las. Quando não há alguém para ouvi-las, elas não desabrocham e morrem na terra do esquecimento. A sua audiência há de transformar este blog num imenso e perfumado jardim. Obrigada.
This entry was posted in CANÇÕES DE TADEU. Bookmark the permalink.

Leave a Reply