Category Archives: O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA

História finalizada em 11/11/2013.

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 15 – Última Parte)

Depois de chamar o duende com o apito, não foi difícil entrar em contato com o bruxo. Também não foi preciso convencê-lo a ir ao palácio, porque, para surpresa de Léo, ele aceitou o convite de bom grado, dizendo: – … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 14)

Enquanto o rei conversava com a princesa Valéria, Léo pensava na princesa Deise e na arvorezinha. Nunca imaginou que o seu amor pela princesa poderia fazê-lo sofrer ainda mais do que o seu amor pela arvorezinha. Visivelmente nervoso, socava as … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 13)

O palácio inteiro acordou para dar à princesa Deise as boas vindas; contudo, ninguém ousou despertá-la daquele descanso tão merecido. Na tarde do dia seguinte, Léo procurou o rei para pedir-lhe a mão da princesa em casamento, e ficou decepcionado … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | 1 Comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 12)

Quando o duende e o bruxo se afastaram, Léo ajoelhou-se diante da princesa e, sem ousar tocá-la, disse: – Princesa, por favor, acorde; preciso levá-la de volta ao palácio. A princesa abriu os olhos lentamente; e, depois, esfregou-os com uma … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 11)

No dia seguinte, pela manhã, ao encontrar-se com o rei, Léo preferiu não lhe dizer que havia conversado com o bruxo e que tornaria a vê-lo. O rei, por sua vez, percebeu que Léo acordara mais bem disposto e aproveitou … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | 1 Comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 10)

Léo já estava bem próximo ao palácio, quando resolveu testar o apito. Ele acreditava que, se o homenzinho aparecesse, poderia levá-lo até o bruxo. Ele recuou e tornou a entrar no bosque. Bastou um leve sopro para que o duende … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 9)

Léo acordou bem cedo no dia seguinte e partiu em direção às terras do bruxo. Ele levou um dia inteiro para chegar até lá; passou mais um dia inteirinho perguntando pelo bruxo, sem que ninguém soubesse dizer exatamente onde ele … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 8)

Léo passou quase uma semana de cama. Todos pareciam bastante apreensivos; principalmente sua mãe e a princesa, que revezavam na cabeceira de seu leito. Quando a febre cessou, e Léo sentiu-se em condições de se levantar, decidiu ter uma conversa … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 7)

Léo sentou-se no tronco e começou a observar o machado. Sentiu mais uma vez pena da pobre velhinha ao pensar que ela só podia estar caducando. Contudo, ele, de repente, se viu diante de um pequeno problema: o que faria … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment

O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA (Parte 6)

Mais três dias se passaram sem que Léo conseguisse inspiração para escrever o poema. Ele resolveu ir visitar a arvorezinha para pedir-lhe ajuda. A arvorezinha ficou muito feliz ao vê-lo. Mas, quando soube o verdadeiro motivo de sua visita, disse … Continue reading

Posted in O LENHADOR LEONARDO E A ÁRVORE ENCANTADA | Leave a comment